Notícias

Projeto Cooplaf Leite recebe a segunda rodada de atendimentos de manejo nutricional

O Instituto BioSistêmico (IBS) iniciou, no dia 1º de agosto, a segunda rodada de atendimentos de manejo nutricional do Projeto Cooplaf Leite. No decorrer deste mês, as 100 propriedades que integram o projeto na região de Terenos/MS receberão a visita do engenheiro agrônomo Thadeu Rincão, consultor do IBS que vem executando esta rodada de manejo nutricional.

Entre as orientações passadas para os produtores, Thadeu Rincão tem reforçado a necessidade de fornecimento de ração concentrada com 22% de proteína bruta ao rebanho. “Estamos orientando os produtores a realizarem o controle leiteiro medindo o leite uma vez ao mês e a fornecer ração concentrada conforme a produção de leite”, relata o engenheiro agrônomo.

Nesta rodada, estão sendo colhidas amostras de solo que serão analisadas para auxiliar os produtores na correção do solo. “Temos conversado com os produtores sobre escolha do cultivar adequado, que deve ser plantado no início do período das águas pensando na seca do próximo ano”, explica o consultor do IBS.

Nos atendimentos de manejo nutricional do IBS no Projeto Cooplaf Leite, os produtores recebem as orientações desde o plantio até o manejo da forrageira que poderá ser ensilada, observando todos os cuidados necessários, para garantir uma alimentação segura e de qualidade para rebanho, no próximo ciclo de seca.

Sobre o projeto

O Projeto Cooplaf Leite foi concebido pelo Instituto BioSistêmico com o objetivo principal de promover o desenvolvimento da pecuária leiteira junto aos cooperados da Cooperativa Agrícola Mista da Pecuária de Corte e Leiteira e da Agricultura Familiar (Cooplaf), entidade com sede no município de Terenos, no estado de Mato Grosso do Sul, na região Centro-Oeste do Brasil.

Executada pelo IBS, a iniciativa conta com apoio de recursos da Fundação Zoetis e do Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae) do estado do Mato Grosso do Sul. Também é contemplado com o apoio institucional e acadêmico da Unimar – Universidade de Marília.

Esse é mais um projeto de pecuária executado pelo Instituto BioSistêmico que usa a metodologia CheckMilk, que conta com uma plataforma com sistema de gestão e aplicativo para as equipes técnicas e para os produtores. O sistema facilita a gestão do projeto e o aplicativo auxilia o produtor no dia a dia, como um suporte, uma extensão da consultoria do IBS que pode ser acessada a qualquer hora na palma da mão.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Tópicos: , , , ,

Voltar ao topo
CW